Nervosismo e Entrevista de emprego

Nervosismo e Entrevista de emprego

Você, amigo leitor, já deve ter ouvido a seguinte frase “Vamos ligar pra você depois.” É nesse momento que você vai sentir um pouco de tristeza ou raiva. É natural. Ninguém gosta de investir em algo sem retorno. Você sacrificou tempo, dinheiro e todo o seu vocabulário mais profissional para impressionar o recrutador e ele só balançava a cabeça as vezes, porém seu olhar parece que está looonge. Eu sei que você também teve momentos que queria se levantar o mais rápido possível da cadeira e fugir. Também é natural. Quando nossos antepassados ainda afiavam pedras para caçar, eram as pernas as maiores aliadas para fugir do perigo e não virar a janta de algum predador. Até hoje, quando estamos diante daquele RH olhando pra nós e nos entrevistando, sentimos um calor nas pernas. É o sangue subindo, é como nossa biologia nos prepara para sair da zona de perigo.

Porém, você não pode sair dessa “zona de perigo” chamada entrevista de emprego, porque dela depende seu futuro e fugir, literalmente, te desclassificaria. Antes de ir a uma entrevista, durma bem, beba bastante água, vá ao banheiro com muita frequência, porque eu não posso mentir para o meu leitor. Você vai ficar nervoso. E não se culpe, se você gaguejar um pouco, deixar a caneta cair de sua mão, dar um branco em algum momento. Isso também é normal. Não é o fato de ficar nervoso que vai te desclassificar e sim, se você saberá lidar com o nervosismo enquanto responde sobre tudo o que o recrutador perguntar.

Resultado de imagem para nervosismo na entrevista

imagem: internet

O mercado, que você almeja entrar não é fácil, é louco, é competitivo, a pressão psicológica é grande e você deve saber se controlar quando por exemplo, um cliente inconveniente destratar você ou a empresa na sua frente, ou saber se controlar quando acontecer algum defeito técnico no computador ou na máquina que você trabalhar e não tem ninguém por perto para te ajudar a resolver. Enfim, é a capacidade de lidar com pressão que nós (do RH) queremos saber. Um bom currículo não é nada se você não souber passar segurança nas suas palavras e apresentar um comportamento mais sóbrio possível (Porque a gente sabe que você está nervoso e não precisa nem dizer isso entre suas respostas).

Lembre-se: Você não está diante de alguém melhor que você, apenas de alguém que estar lá para te ouvir e entender porque você gostaria de fazer parte daquela empresa. Eu sei que já te falaram isso, mas pra você entender de uma vez por todas: Não diga que está precisando desse emprego, nem que é para pagar o aluguel, cuidar dos filhos, etc. Sinto muito dizer, mas ninguém vai te contratar por pena. Se as empresas fossem tão caridosas, elas iriam procurar funcionários nas ruas, debaixo das pontes, triste mas é fato.

Aproveita que você foi chamado à entrevista e vende seu peixe. Você está na vitrine, mostre o seu melhor. E não se dê ao máximo esperando que eles te liguem mais tarde ou amanhã. Finja que toda entrevista é como um ensaio de uma peça. Se der errado na primeira, tenta a segunda, a terceira e não perca a fé. Toda entrevista será uma nova entrevista, e você cada vez mais preparado para as perguntas.

Sobre o autor | Website

Recursos Humanos, Escritor, militante pelas pautas sociais e pai de dois pets. Mande sua crítica ou sugestão para meu EMAIL é só clicar e mandar

Baixe agora nosso aplicativo de vagas de emprego!
Seja avisado sempre que sair uma nova vaga

Clique aqui para Baixar
100% Grátis - Disponível para Android

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Nara De Abreu Braga disse:

    Como você lembrou, o mercado é competitivo. As empresas buscam pessoas que estejam realmente dispostas a agregar valor. O calor ou o friozinho sempre vão acontecer, mas como disse o Leandro, o importante é mostrar a que veio. Parabéns pelo artigo!

  2. Nara De Abreu Braga disse:

    Com certeza o friozinho ou o calor sempre vai ‘pintar’ nessas horas, como o Leandro disse, e o importante é que o candidado mostre sempre que quer e dará o melhor de si para aquela posição que pretende ocupar. A responsabilidade, a seriedade e a competência serão a força necessaria para vencer os desafios. Parabéns, pelo artigo, Leandro.