Precisamos falar sobre Resiliência

Precisamos falar sobre Resiliência

Em 2021 vivemos a mesma novela de 2020: Há uma pandemia, casos de reinfecção, desinformação a torto e a direito, o desemprego assombrando milhões e os políticos aproveitando a oportunidade para fazer campanha para o próximo ano. Deus nos salve! Parece um filme de terror e o pior, não é um filme, é real e assustador de verdade. Como acreditar que vamos sair dessa da forma mais fácil?

Sinto informar, mas não existe uma forma mais fácil. Vamos sair sim dessa crise, mas como soldados em fim de guerra: Machucados, alguns em luto e outros traumatizados. E também vitoriosos, porque todos que sobreviveram e passaram por essa guerra contra esse vírus venceram, mas cada um carregando uma dor diferente. Talvez a perda de um ente querido, talvez a dor de ver seu comércio ter que fechar ou a dor de ser demitido e não saber como vai sustentar sua família.

Não podemos negar essa dor. Mesmo se você não perdeu o seu emprego (E ainda bem!), você ainda sentiu a dor de não poder ver seus pais e avós, a dor de planejar uma viagem há anos e não poder ter ido, a dor de estudar pra ganhar uma bolsa pra fora do país e não poder ir (porque simplesmente você mora num país que demorou a reagir contra o vírus), a dor de ver seus projetos terem que esperar um pouco mais, ou a dor do outro. Alguma dor você sentiu. Resiliência não é superar os problemas depois que a dor passar. Resiliência é crescer durante a dor.

Algumas dicas pra entender melhor Resiliência:

Aprenda a lidar com os próprios fracassos:

Não tente colocar a culpa de nada dar certo na sua vida porque alguém não deixou. Aceite que você tem suas limitações. Realmente tudo é difícil e haverá planos que nunca sairão do papel. Mas você pelo menos tentou ou vai ficar reclamando?

Parafraseando a cantora Pitty: O êxito tem vários pais/ Órfão é o seu revés… Não vê que o futuro é você quem faz/ Porque o fracasso lhe subiu a cabeça (Fracasso, Pitty, 2009). Ninguém quer ser responsável por um fracasso, o problema é colocar a culpa nos outros.

Busque ter inteligência emocional:

Conheça e controle suas emoções ao seu favor. Se conheça bem, faça um estudo de autoconhecimento, uma reflexão, e busque uma terapia. Musicoterapia, por exemplo, reduz bastante o estresse e garante um boa noite de sono.

Saiba identificar quando você está entrando numa situação difícil de controlar e fuja antes que o pior aconteça. As vezes fugir da guerra é mais inteligente que ficar e morrer nela.

Seja auto confiante:

Isso é ter a convicção de ser capaz de fazer ou realizar algo e alcançar os objetivos desejados. Isso é além de ser otimista (que é a capacidade de acreditar que o melhor virá), é acreditar em você. O Não você já tem. Vá atrás do melhor nem que custe sair da sua zona de conforto.

Resiliência também é suportar:

É suportar pressão e ainda aprender com essas dificuldades e desafios. Enfrentar de peito aberto as crises, perdas e transformações. O mundo não vai te dar tempo pra você ficar olhando suas feridas fecharem. Você deverá trabalhar e muito pra conseguir sobreviver, buscar novas saídas e resolver os novos problemas que surgirão. E talvez, aquelas velhas feridas já estejam fechadas, mas você ainda não terá tempo de ver isso.

Resiliência é muito mais do que uma competência para se colocar no currículo, é uma experiência que você deve jugar se tem. E isso você só saberá se pensar como você reagiu nas ultimas crises. Estamos passando por uma crise global e como você está passando por ela?

Assim como bebês choram quando os dentes começam a crescer e crianças sentem dores nas pernas e nos joelhos porque estão em fase de crescimento, aprenda com isso: Crescer dói. Crescer vai te custar talvez sair da sua empresa pra tentar empreender numa nova empresa ou num próprio negócio. Não será nada fácil, mas eu tenho convicção de que você passará por essa mais forte.

Te vejo no meu próximo artigo!

Leandro Casimiro

Sobre o autor | Website

Graduado em Recursos Humanos e pós em Psicologia Organizacional. É Consultor de Encaminhamento da Escola de cursos Brasil.com. Colunista do site portalvagas.com. Administra grupos de Profissionais que amam desenvolver pessoas. Ministra palestras e lives sobre empregabilidade, diversidade, inclusão e sustentabilidade. Possui um canal no YouTube chamado “Leandro Que Lute”. Cofundador do primeiro folhetim regional da cidade de Quixeramobim, chamado Uruquê Semanal. Já foi locutor na Rádio Difusora Cristal de Quixeramobim, entre os anos de 2011 a 2015. Mande sua crítica ou sugestão para meu EMAIL é só clicar e mandar

Baixe agora nosso aplicativo de vagas de emprego!
Seja avisado sempre que sair uma nova vaga

Clique aqui para Baixar
100% Grátis - Disponível para Android

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!