Funcionário Vs. Patrão

Funcionário Vs. Patrão

É triste quando numa empresa, seu inimigo é o seu próprio gestor. Quando você se esforça para dar o seu melhor e o outro não reconhece. O empregado também não é nenhum santo. Ele atrasa, pode ter dificuldade em aceitar ordens, etc. Mas vamos ver esse relacionamento por outra perspectiva.

Longe de mim, atacar quem ajuda o Brasil a crescer. E para mim, os dois ajudam o Brasil a crescer, não apenas o empresário (como muita gente acha), porque sem mão-de-obra, nenhum sonho de um empregador se tornaria realidade, assim como também sem toda a estrutura que uma empresa pode oferecer e abrir portas, o colaborador jamais realizaria os seus próprios sonhos. Seja comprar uma casa, um carro, fazer um curso, criar seus filhos, etc.

Funcionário e patrão não devem ser inimigos. Devem coexistir. Não é porque o patrão tem dinheiro de contratar e demitir quem quiser ou que o funcionário pode se cansar e sair da empresa, que os dois não possam ser fiéis. Trabalho é com o um casamento. Você pode substituir trabalhos e pessoas, mas não entre num trabalho ou contrate alguém já com a intenção que vai ser passageiro e durar só uma lua de mel.

Assim como um casamento, com o tempo, a gente conhece melhor as pessoas que trabalham com a gente, seja as pessoas que mandam ou as que seguem ordens. Se ninguém está mais contente com essa relação, é hora de conversar. Eu comparo Feedbacks com DR’S (Discussão de relacionamentos), porque aqui ninguém está querendo desistir sem pelo menos tentar. Num casamento a gente tenta uma, duas vezes ou perdoa até onde a gente suporta. No trabalho também. O que foi acordado entre vocês? Seu chefe ou líder concordou? Seu colaborador concordou? Foram feitas melhorias ou repetiram os mesmos erros ou até outros?

Resultado de imagem para funcionário e patrao

Lembre-se, você não é obrigado estar com ninguém pra sempre, mas no mínimo terá que ser fiel. Fiel até o momento que você não aguentar mais. Mas converse antes. Tentaram e não funcionou? Separe, mas seja justo. Todo desligamento, seja conjugal ou trabalhista são estressantes, pois mesmo não querendo mais manter contato, ainda teremos pendências para se resolver, pois ambos os lados tem direitos por terem investido naquela relação, seja conjugal ou trabalhista. Parece impossível, mas quando você for a sua empresa, tente enxergar seu patrão ou o seu funcionário como o seu melhor amigo (ou noivo, já que estamos usando a alegoria do casamento). Ambos devem confiar um no outro. Respeitar a hierarquia um do outro. O trabalho é a estrada que vocês vão caminhar juntos para cada um chegar onde quer, e não um ser o degrau do outro.

Sobre o autor | Website

Recursos Humanos, Escritor, militante pelas pautas sociais e pai de um pet. Mande sua crítica ou sugestão para meu EMAIL é só clicar e mandar

Baixe agora nosso aplicativo de vagas de emprego!
Seja avisado sempre que sair uma nova vaga

Clique aqui para Baixar
100% Grátis - Disponível para Android

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!