Fui demitido. E agora?

Fui demitido. E agora?

Se essa for a sua primeira demissão, você com certeza está confuso ainda, se perguntando o porquê e quem tramou para que você fosse demitido. E isso é real. Tem gente que decide o seu futuro numa empresa simplesmente se gosta ou não de você. Mas, esse não é o assunto aqui. Você foi demitido e o seu caminho agora vai ser buscar melhorias.

Por um lado, você vai receber seus direitos, seu seguro desemprego e vai respirar um pouco. Um amigo me disse uma vez que não se sentiu desempregado quando foi demitido, pra ele foi só umas férias. E não são? Você vai poder estar mais em casa com a sua família, com os seus amigos e vai poder sair agora que não tem hora pra voltar. Ser demitido é um baque, mas você não precisa se desesperar por isso.

Pronto, agora que você conseguiu ver a parte um lado bom nisso, aqui vai um conselho importante: invista em você. Eu disse que você vai poder descansar mais nas férias, mas não disse pra passar o dia deitado esperando que um novo emprego caia no seu colo. Eu disse que você poderá ficar mais com a sua família e amigos, mas aproveite que você está em casa e estude, faça um cursinho presencial ou a distância (EAD), atualize seu LinkedIn, procure por cursos e treinamentos na sua cidade, muitos deles são gratuitos. Lembre-se: Você pode ter recebido um bom dinheiro, mas uma hora ele vai acabar e até lá, você precisa investir o máximo possível na sua saúde e no seu conhecimento. Praticar esportes, fazer uma dieta balanceada e estudar não custam nada. Aproveite que você tem como pagar e vá a um médico bom, peça um Check-Up pra saber tudo o que você tem ou não tem. Evite comprar em 6, 12 ou 15 parcelas. Não se prenda a um boleto pra comprar um móvel ou celular novo. Você pode se dar presentes, comprar coisas pra sua casa, mas pesquise bem antes, um dinheiro a mais que você queria gastar hoje, poderá te faltar num futuro bem próximo.

Segundo o IBGE, em março de 2019 tinha mais de 13 milhões de desempregados no Brasil. E a economia do Brasil não está tão boa. Sendo otimista: Não dá pra ficar parado, temos que arregaçar as mangas e pensar em novas alternativas. São 24 milhões de pessoas trabalhando por conta própria, sem carteira assinada (segundo o IBGE). São as pessoas vendendo dim-dim gourmet na praia, vendendo capa de celular nos ônibus, são os entregadores de comida que o aplicativo envia pra eles, é a sua vizinha que abre um bazar na sala pra vender roupa seminova. Nada disso é vergonhoso, estas pessoas estão de parabéns, porque estão achando suas maneiras de sair da crise. Pense no que você gosta. Gosta de cozinhar? de vender? de informática? Talvez você seja um futuro microempreendedor e nem saiba.

Você pode passar dez anos numa empresa e ser demitido. Só quem vai te dar valor será você mesmo. Esse é o momento de mudanças muito mais internas do que externas e o que você fará a partir daqui dirá quem você é. Te desejo uma boa sorte!

Sobre o autor | Website

Recursos Humanos, Escritor, militante pelas pautas sociais e pai de um pet. Mande sua crítica ou sugestão para meu EMAIL é só clicar e mandar

Baixe agora nosso aplicativo de vagas de emprego!
Seja avisado sempre que sair uma nova vaga

Clique aqui para Baixar
100% Grátis - Disponível para Android

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!